quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Complexo de Liquid Paper

Além dos pôneis malditos que ficam saltitando na cabeça da gente o dia inteiro (e cantarolando, os miseráveis), uma das melhores sacações atuais em publicidade é a campanha “Vai que...”, da Bradesco Seguros. Mais exatamente o filme em que o ladrão leva o carro, mas tem de aturar um Byafra no banco de trás, mandando ver nos agudos de “Sonho de Ícaro”: “Voar, voar/ subir, subir...” – larararará – “Anjos de gáááááááás...”. Ensandecido de tédio, o bandido larga o automóvel no meio da rua. Entra voz vendendo a necessidade urgente do seguro: “Vai que o seu carro não vem com um Byafra cantando...”. Ri horrores.

Revendo o comercial no YouTube, fiquei surpresa com os comentários ranzinzas. Imaginava que a peça fizera sucesso estrondoso, alto índice de gargalhadas, mas tome ranhetice: “tremenda falta de sensibilidade”, “que mau gosto”, “um desrespeito com a preferência musical da classe C” e semelhantes blablás. Eu seria a primeira a concordar com os detratores, se a agência tivesse recebido um não do artista e decidisse empregar um sósia, digamos. Ou se tascasse a música tocando sozinha, como um alarme – capaz de enlouquecer ladrões por si mesma. Ou se expusesse o cantor a uma situação forçadamente humilhante. Nenhuma das anteriores. Byafra – maior de idade, declarante de imposto, carteira de vacinação em dia – não foi logrado, chantageado ou explorado. Participou por livre vontade num filme leve, usou de arbítrio para assinar contrato, ganhou gordinhamente pelo trabalho e se divertiu. Visivelmente, riu horrores. Hábito higiênico, saudável, que tantas vezes nos falta: riu de si próprio.

Ah, mas não pode. Politicorretistas ortodoxos não dormem e não permitem. Fios desencapados, granadas sem pino, politicorretistas vigiam. Orelhas erguidas, focinhos ao alto, politicorretistas farejam. Politicorretistas são a sala asséptica invadida por Tom Cruise em Missão: impossível. Ai que um fiozinho-assim de bom humor sequer pense em roçar a fronteira com a sacanice! Salivam: dispara o alarme. Politicorretistas (só para insistir na metáfora tom-cruisiana) têm alma de Minority report, gana de punir o crime antes que ocorra. No turno deles, não. Ninguém se autogoze, ninguém defenda seus trocados senão excessivamente a sério (MUITO sério), ninguém ouse considerar a possibilidade de talvez sugerir, remotamente, qualquer crítica indireta de terceiríssimo grau a algo parecido com a cultura popular. Não neste horário, à luz do dia, em canal e cena aberta. Até agora ignoro como Byafra não foi preso (embora acredite em homens da SWAT pendurados nas janelas, só aguardando o sinal).

É fato: desprezamos bullying, homofobia, grosseria, preconceito, humilhação, humor porco, “brincadeiras” à revelia – impostas e unilaterais. Mas somos espertos o bastante para catar o joio, virar a cara pro bad guy e não ter medo de água fria. Não precisar arrastar autocríticas de chumbo. Que assim nenhuma ideia que se preze consegue voar, voar.

7 comentários:

Blog Cupcake disse...

Amei o blog! Parabéns!

COMENTA? POST NOVO!
www.cupcake-bruna.blogspot.com/

Cícero Barbosa disse...

pod´s cre.
e agora estão bullyinando a Sandy.

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

ISSO É TENSO MESMO FERNANDA. AS PESSOAS NÃO RIEM AIS. ESSA GERAÇÃO ESTÁ CADA VEZ MAIS AMARGA E SEM UM PINGO DE SENSIBILIDADE. E OS SENSÍVEIS DEMAIS, GERALMENTE TEM TENDÊNCIAS EMOSSEXUAIS.


TEM TEXTO NOVO NO MEU BLOG. PASSE LÁ, LEIA E COMENTE:
http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/08/desperte-se.html

Diamonds Fashion disse...

Eu acho incrível que sempre houve bullying, preconceito, racismo e ninguém falava sobre isso, agora deu febre em todo mundo e todos falam sobre isso '-'
Você falou dos pôneis no inicio fiquei com a musica na cabeça! Pôneis Malditos! HSUAHAUSHSU

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

pior que tem gente ainda criticando o poney maldito...dizendo ser algo satanico que pode assustar as crianças...quanta asneira, isso sim!! Adorei os dois comerciais! E digo mais ! Quero a vovó das Havaianas devolta.. censuraram uma velhinha tão fofa e sincera... isso sim é sacanagem..

Tati disse...

Muita bobagem nesse mundo, né?! Tem pai querendo tirar o vídeo da Nissan do ar pq fala "maldito" e seus filhos serão influenciados... pode uma coisa dessa?! Esses pais mal dão educação...

KGeo disse...

eu odeio as pessoas politamente corretas